Facebook, Google e a jornada do consumidor

O poder de segmentação do Facebook
23/06/2017
Como usar gatilhos mentais para gerar mais vendas
07/07/2017
Mostrar tudo

Facebook, Google e a jornada do consumidor

Uma pergunta muito comum de quem já entendeu a importância do marketing digital e agora está definindo quais são os melhores canais apara anunciar seu negócio é onde aplicar o dinheiro para vender mais. Não existe uma fórmula mágica que diga exatamente qual das ferramentas trará melhores resultados. Existem, porém, alguns critérios que sua empresa pode utilizar para definir onde alocar os recursos. Um dos mais importantes deles é em que etapa da jornada do consumidor está a sua persona (seu potencial cliente).

A jornada do consumidor

A jornada do consumidor são as etapas pelas quais um consumidor passa até comprar um determinado produto. Ela tem cinco estágios e costuma ser visualmente representada por um funil de vendas ou por uma pirâmide invertida. Isso acontece porque a maioria dos potenciais consumidores está no topo da pirâmide.

Por outro lado, na base da pirâmide, bem mais estreita, estão os consumidores que atravessaram toda a jornada e estão prontos para realizar uma compra.

Conheça agora as etapas da jornada do consumidor.

  • Aprendizado e descoberta

A primeira etapa da jornada do consumidor é a do aprendizado e descoberta. Nessa etapa está a grande maioria dos consumidores. Eles não conhecem seu produto ou simplesmente não percebem que tem um “problema”.

Você deve conhecer alguém nessa etapa. Pode ser, por exemplo, seus pais. Se eles não forem muito antenados, pode ser que sintam falta de alugar um filme aos finais de semana, para assistir em casa. Com o fim das locadoras de vídeo, eles ficaram sem alternativas para assistir filmes.

Mas pode ser que, conversando com o netinho no Facebook, seu pai veja uma postagem da Netflix. A mensagem diz: “locadora de vídeos online” (lembre-se que sua mensagem deve ser condizente com a persona).

  • Reconhecimento do problema

Agora a persona da Netflix passa para a fase de reconhecimento do problema. Ela se dá conta de que, aos finais de semana, fica sem entretimento em casa, sendo obrigado a assistir programas de auditório na TV.

Levando em conta que os anúncios no Google Adwords precisam que a persona digite uma palavra-chave no Google, é de se imaginar que um consumidor não pesquisará por algo que sequer sabe que existe. Dessa forma, a ferramenta ideal para anunciar para essas personas é o Facebook.

  • Busca de solução

Sabendo que tem um problema e que existe um produto que pode resolver essa situação, o consumidor vai então pesquisar sobre essa solução. A partir dessa etapa o Google já passa a ser uma opção interessante, já que a persona pode pesquisar por “aluguel de filmes na internet”.

  • Avaliação de alternativas

Com as diversas soluções em mãos (no nosso exemplo, Netflix, HBO Go, Amazon Prime Video, etc), a persona começa a pesquisar vantagens e desvantagens de cada alternativa, preços e avaliações de outros clientes. Mais uma vez, o Google deve ser a ferramenta preferencial para sua campanha.

A última etapa da jornada do consumidor é a venda, quando ele já se decidiu por adquirir seu produto. Respeitando a jornada e usando a linguagem correta para cada etapa, você poderá aumentar suas vendas usando o Google e Facebook.

Evite, nas etapas do topo da pirâmide, fazer a venda direta. Opte por começar apenas oferecendo conteúdo interessante. A venda será uma consequência.

Veja abaixo um vídeo onde falo mais sobre a jornada do consumidor:

Gostou do artigo? Mostre que você está antenado e compartilhe-o nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *